ANCINE cancela obrigatoriedade de registro de filmes publicitários para internet


Atendendo à uma solicitação conjunta liderada pela ABAP, a ANCINE publicou a Instrução Normativa nº 147/19, que cancela em definitivo a obrigatoriedade do registro de obras publicitárias audiovisuais com veiculação contratada na internet. 

A decisão é resultado da continuidade de uma solicitação formulada conjuntamente pela ABAP, FENAPRO e ABRADI. A Instrução Normativa, publicada no Diário Oficial do dia 25/01/2019 e que passou a vigorar de forma imediata, alcança todo o mercado audiovisual publicitário brasileiro. 

A Instrução Normativa nº 147 pode ser consultada neste link: http://bit.ly/2sTEPV6