ABAP-PE empossa nova diretoria e apresenta Compliance


Nova diretoria da ABAP de Pernambuco toma posse nesta sexta-feira, 30 de agosto, às 9h, na sede do Tribunal de Contas do estado. O evento marcará também o lançamento das "Diretrizes de Compliance" da entidade.

Ouça também a entrevista de Marcela Andrade, Presidente da ABAP-PE, à Rádio CBN, sobre o evento de apresentação das "Diretrizes de Compliance" em Recifehttp://bit.ly/2LjFGas 

 

Essa será a primeira vez que a entidade terá uma diretoria toda composta por mulheres. Ao lado da presidente, Marcela Neves de Andrade (Marta Lima Comunicação), estão Anamaria Maçães Molinaro (BG9) e Juliana Barbosa Queiroz (Ampla), respectivamente diretora de relações interassociativas e diretora administrativa financeira. A diretoria eleita para o Biênio 2019-2021 assume com o firme compromisso de trabalhar em sintonia com a diretoria nacional na defesa e valorização da atividade publicitária.

“Estamos muito felizes de poder juntar esses dois momentos. Estamos apresentando as ‘Diretrizes de Compliance’ e a escolha do local, o TCE-PE, veio muito em virtude disso. Da preocupação de ter, ao nosso lado, uma entidade que trabalha pela ética e seriedade nas contas públicas”, explicou a nova presidente, Marcela Andrade.

Na visão da entidade, entre os mais importantes objetivos estão a contribuição com o funcionamento mais eficiente e profissional das agências de propaganda, proteção das empresas do mercado contra irregularidades, além do fortalecimento da reputação do segmento por meio das melhores práticas de governança. O lançamento contará com a presença do Dr. Carlos Neves, Conselheiro do TCE/PE; Adriana Machado, presidente da ABAP-MG; Otávio Venturini, Chief Compliance Officer da Nova/SB; e Renato Cirne, Chief Compliance Officer da FSB Comunicação.

“As ‘Diretrizes de Compliance’ elaboradas pela ABAP representam um guia seguro, com princípios e recomendações desenvolvidas especificamente para empresas e profissionais do nosso setor que pretendam iniciar a implementação ou aprimorar seus programas de Compliance. Um passo fundamental do mercado publicitário em direção à promoção e consolidação da cultura de Compliance, para o qual nós da Nova/SB nos orgulhamos muito de ter contribuído”, conta Otávio Venturini.

O palestrante convidado Renato Cirne também explica: "É praticamente um pré-requisito: toda regra para ser cumprida precisa ser conhecida. Por esse motivo, ações como estas da ABAP são tão relevantes. A disseminação constante dos princípios de Compliance de uma empresa - ou de uma associação - para todos os seus públicos de interesse, permite alinhamento dentro e fora da companhia. Pesquisas e até mesmo a comparação do valor de mercado de empresas listadas em bolsa, antes e depois de crises, por exemplo, comprovam que a comunicação alavanca, e muito, os resultados dos programas de Compliance".

“Embora ainda falemos da importância das organizações buscarem ser transparentes, o fato é que já somos. Desde que todas as pessoas passaram a ser produtoras e distribuidoras de informação, as práticas e condutas das empresas e instituições estão visíveis para todo mundo. Me parece que o desafio maior atualmente é sermos coerentes e consistentes entre o que nos pedem as leis e regras do mercado e o que efetivamente praticamos dentro de cada organização. As ‘Diretrizes de Compliance’ da ABAP nos permitem avançar neste caminho com muito mais clareza, rapidez e efetividade”, complementa a presidente da ABAP-MG, Adriana Machado.

Além dessas boas práticas, entre as pautas prioritárias, estão debates como transformação digital, modelos de concorrência e remuneração, atuação de plataformas digitais e a defesa do modelo brasileiro de publicidade – reconhecido como referência no mundo -, entre outros pontos. Segundo estudo da Deloitte, a cada real investido em publicidade são gerados mais de 10 reais no PIB brasileiro. O Brasil hoje é o 6º maior mercado de publicidade do mundo, sendo responsável pela geração de 56 mil empregos diretos e quase 500 mil indiretos.

“Estamos numa fase importante e delicada para o setor de comunicação, o que torna ainda mais relevante, para mim, a participação nas ações da ABAP, que sempre esteve à frente nos momentos decisivos do nosso negócio. Espero trazer para as agências pernambucanas informações, experiências e aprendizados que certamente serão valiosos para vencer os desafios atuais. Quero também contribuir, no que estiver ao meu alcance, para a luta da nossa associação”, afirma Marcela.

Diretoria nacional - A nova diretoria nacional da Associação Brasileira de Agências de Publicidade (ABAP) tem participação recorde de mulheres. Eleita para o Biênio 2019-2021, ela é formada pelos executivos Mario D'Andrea (reeleito presidente); Eduardo Simon, Maria Laura Nicotero e Marcos Quintela (vice-presidentes); e Marcio Santoro, Miriam Shirley, Marcio Toscani, Marcia Esteves, Severino Cavalcante Queiroz Filho e Iara Silva Diniz (diretores).

Segundo Mario D’Andrea, “a entidade tem que refletir as preocupações reais do mercado e discutir cada uma delas. A chegada de novas diretoras é reflexo da preocupação da ABAP em contar com diferentes pontos de vista, novas opiniões e enriquecer o debate”. Além da participação na diretoria nacional, três regionais da ABAP são presididas por mulheres: Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e, pela primeira vez na história, Pernambuco.