Balanço Conar: 2ª Câmara analisa sete cases


A 2ª Câmara do Conselho de Ética do Conar se reuniu em 17 de junho e analisou sete representações, entre elas, cases da Amil, Arcor e Serasa. 

Confira os resultados: 

Representação Nº 246/20, "Banco Inter e Isaias (@isaiaslvas) - O Inter como sempre fazendo tudo - #orangefriday". Resultado: alteração por unanimidade.

Representação Nº 025/21, "Ambev e ZX Commerce Comércio de Bebidas - Trailer do Zé". Resultado: alteração agravada por advertência aos anunciantes, por unanimidade.

Representação Nº 067/21, "Blues Marketing e Suplementos - Use moderação". Resultado: alteração por unanimidade.

Representação Nº 072/21, "Amil Saúde Mental". Resultado: arquivamento por unanimidade.

Representação Nº 073/21, "Plataforma Provi e Escola da Depressão - Eu guardando a mesada que recebo todo mês do @impulsoprovi". Resultado: sustação agravada por advertência aos anunciantes, por unanimidade.

Representação Nº 074/21, "Arcor Brasil e Luccas Neto - Batalha entre os aventureiros". Resultado: alteração agravada por advertência à Arcor, por unanimidade.

Representação Nº 075/21, "Serasa Limpa Nome". Resultado: sustação por maioria de votos.

Participaram da reunião os conselheiros Ana Carolina Pescarmona, Antonio Godoy Filho, Átila Francucci, Cláudia Regina Soares dos Santos, Cláudio Kalim, Eduardo Lorenzi, Ênio Vergeiro, Enrico Giannelli, José Maurício Pires Alves, José Pereira Guabiraba, Luciana Burger, Marcia Esteves, Maria Tereza Sadek, Melissa Vogel, Patricia Blanco, Paula Puppi, Pedro Renato Eckersdorff, Priscilla Ceruti e Ruy Lindenberg.